5 Cuidados ao Alugar Direto com Proprietário

Alugar direto com proprietário exige cuidados especiais

Quem pretende alugar imóveis, muitas vezes, se vê diante de um impasse: é melhor procurar casas para alugar através de imobiliária ou negociar o aluguel direto com proprietário?

Aquele locatário que opta pelo aluguel direto com proprietário precisa estar ciente do trabalho e dos riscos que ocorrerão caso um bom contrato não seja elaborado, que é um risco que o proprietário também corre caso não encontre um bom inquilino. Normalmente, o dono do imóvel que decide não contratar uma imobiliária o faz pensando na vantagem que possuirá em não pagar a taxa administrativa à imobiliária pela locação. Já o inquilino entende que o aluguel direto com o proprietário tende a ser mais barato, em uma negociação mais rápida.

Mas afinal, quais pontos são importantes quando se opta por locar um imóvel direto com o proprietário? Confira a listagem abaixo e verifique se esta negociação é vantajosa para você.

– Elaboração de um contrato minucioso

Geralmente, na locação particular os contratos são feitos sem cuidados com as garantias necessárias para ambos os lados. Por isso é recomendado o auxílio de um advogado para a elaboração desse contrato a fim de que o documento seja legalmente estruturado, esclarecendo as responsabilidades do locador e locatário durante todo o período de vigência do contrato.

E neste documento precisam estar contidas informações importantes como pagamento do IPTU, previsões de reajustes do valor de aluguel, qualificação das partes, descrição do imóvel, tipo de locação e vigência, valores e condições de pagamento, garantias.

– Realizar uma vistoria criteriosa

Antes do fechamento do contrato, é fundamental, para garantir segurança e tranquilidade entre as partes, que uma vistoria criteriosa do imóvel seja realizada e documentada, sendo constituída como um anexo do contrato.

A vistoria pode ser considerada como uma ferramenta jurídica que visa proteger locador e locatário e, embora não seja obrigatória, é indispensável. Este documento garante que o imóvel a ser locado esteja em condições de uso, sendo também uma garantia de que, ao término do contrato, o imóvel seja entregue na mesma situação em que foi alugado, considerando desgastes normais pelo uso.

Portanto, a vistoria é um documento importante para a segurança e tranquilidade de quem aluga e também para dono do imóvel. E, para que a segurança seja ainda maior, recomendamos que vídeos e fotos de detalhes e imperfeições do imóvel sejam feitos e registrados via e-mail para que ambas as partes estejam cientes do material registrado.

Toda a avaria no imóvel, dentro do período de vigência do contrato, que não estiver registrada na vistoria do contrato será de responsabilidade do locatário e precisará ser consertada por ele.

– Ter um bom relacionamento com o proprietário

Um ponto importante para qualquer contrato de aluguel, via imobiliária ou aluguel direto com proprietário, é manter um bom relacionamento com o dono. Portanto, atente-se aos prazos de pagamento de aluguel, contas e taxas sob a sua responsabilidade. Manter o imóvel em bom estado e ter cuidado com ele também contribuem para um relacionamento bom e duradouro.

Portanto, recomendamos que locatários conheçam suas responsabilidades, mantendo uma relação cordial pautada na razão, confiança e respeito.

– Estabelecer garantias de aluguel

É necessário ao dono do imóvel ter a garantia de que não terá prejuízos com a negociação. Assim, é necessário estabelecer uma garantia de aluguel que pode ser:

Fiador – quando um terceiro, que é proprietário de um imóvel, garante o pagamento do aluguel caso o inquilino não possa fazê-lo.

Seguro-fiança – uma instituição financeira faz o papel do fiador.

A caução – o depósito representa, normalmente, de duas a três vezes o valor do aluguel de apartamento ou casa, a ser devolvido no fim do contrato.

– Estar atento a seus direitos e deveres

Os inquilinos precisam cumprir com seus direitos e deveres, que estão previstos no contrato, para não haver problemas na entrega do imóvel.

Segundo a Lei do Inquilinato, é um dever do proprietário oferecer ao inquilino um imóvel em boas condições de moradia. É de responsabilidade do dono solucionar problemas na rede elétrica, hidráulica, esgoto, telhados, além de imperfeições pré-existentes.

Em relação ao inquilino, ao pagar o aluguel, este tem o direito de fazer uso do imóvel para sua moradia, conforme está no contrato, mas tem também o dever de zelar pela sua conservação. Problemas causados pelo desgaste pelo uso, como torneiras vazando, lâmpadas queimadas, furos nas paredes e manchas na pintura são de responsabilidade do locatário.

Pinturas e reformas também devem ser autorizadas pelo proprietário, pois, caso contrário, o locatário pode receber multas e ter que arcar com punições previstas no contrato de locação.  Também é dever do inquilino cumprir com o pagamento do aluguel, das contas de água, luz, telefone, gás e o condomínio, que devem ser pagos em dia. No caso de taxas extras de condomínio, essas são de responsabilidade do dono.

Conclusão:

Ao procurar um imóvel para alugar é interessante avaliar as vantagens e desvantagens do aluguel direto com proprietário. É também importante refletir sobre o quanto a assistência de uma imobiliária garante a segurança para os dois lados, reduzindo dores de cabeça.

Imobiliárias e corretores possuem modelos já prontos de contratos que descomplicam o fechamento do negócio, não existindo a necessidade de contratar um advogado para reduzir possíveis riscos. Ao fechar negócio com uma imobiliária de confiança, como a Mocambo Imóveis, você conta com especialistas e com o suporte jurídico para a elaboração do contrato e para suporte com a documentação necessária, garantindo ainda mais segurança de fechar um bom negócio.

Qual a melhor opção de acordo com seu perfil? Aluguel direto com proprietário ou contratar uma imobiliária? Se você está pretendendo alugar imóveis em Itatiba, confira mais informações em 9 Passos para Alugar um Imóvel em Itatiba.

 

1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *