Imóvel usado: dicas para um bom negócio

Pretende comprar um imóvel usado? Veja dicas de como realizar um ótimo negócio!

Preços mais baixos, em comparação a um imóvel novo pronto, e a agilidade para pegar a chave e mudar rápido, atraem muitas pessoas a comprarem imóvel usado.  Mas como saber se o imóvel vale o preço solicitado? Como garantir que o imóvel não trará aborrecimentos com consertos e reformas e até arrependimentos?

Não se desespere! Neste post, a Mocambo Imóveis traz para você dicas de como identificar as vantagens na compra deste  imóvel. Acompanhe conosco este texto e tire todas as suas dúvidas!

Liste as características que deseja em um imóvel

imóvel usadoO melhor ponto de partida para encontrar o imóvel usado ideal é fazendo uma lista das características do imóvel que são essenciais para você. Por exemplo: duas vagas na garagem, 3 quartos, tamanho dos quartos, próximo a hospitais,  quintal grande etc.

Essa listagem o auxiliará a buscar somente os imóveis com as características que precisa e também a comparar imóveis visitados. Deixe espaços na listagem para anotações sobre as especificidades de cada imóvel.

Tire fotos dos imóveis usados visitados, solicitando a autorização ao corretor ou dono do imóvel. Informe que as fotos serão somente para uso pessoal, comprometendo-se a não postá-las nas redes sociais. Essas fotos o ajudarão a evidenciar os pontos positivos e negativos de cada imóvel que visitou.

As fotos também podem te dar uma noção de quanto você gastaria para deixar o imóvel usado com a “sua cara” através de pintura, pequenas reformas etc. assim, outra dica interessante é consultar uma empresa especializada ou engenheiro para calcular os custos de uma possível reforma.

“Vistorie” o imóvel usado

imóvel usadoAnalise o estado físico e a estrutura do imóvel usado. Verifique a aparência do imóvel, sua conservação, se há rachaduras nas paredes, sinais de mofo e infiltrações, estado do piso e azulejos. Verifique também se o encanamento e a fiação não são muito antigos, testando todas as torneiras, tomadas e lâmpadas.

Não é necessário ser um especialista para vistoriar um imóvel antigo. Mas é interessante estar informado o suficiente para saber identificar quando uma pequena mancha pode se tornar um problema de umidade maior, por exemplo.

Esteja ciente de que ao se tratar de imóvel antigo, é bem provável que este necessite de alguns reparou ou reformas. Mas essas reformas devem valer a pena segundo o preço da compra!

Caso a residência esteja localizada em um condomínio, verifique a conservação também das áreas comuns. Obras como troca de elevadores, instalações hidráulicas e elétricas, impermeabilização são obras caras e impactam o valor do condomínio.

O valor está muito alto?

imóvel usadoO preço dos imóveis é mensurado por fatores como oferta (muitos imóveis a venda), metro quadrado na região, local, condição física.

Se você está achando que o imóvel está caro, procure na região por imóveis semelhantes, com as mesmas características do imóvel em questão. Dessa forma saberá se o valor pedido está dentro ou fora da realidade do local. Comércio local, vias de acesso rápido, shoppings, hospitais próximos a residência valorizam a propriedade.

Verifique a região

imóvel usadoBusque conhecer bem o bairro em questão. Certifique-se de que se trata de um bairro realmente seguro e as condições das vias de acesso ao local. Se há muitas casas sendo oferecidas na localidade, algo de errado pode existir.

Ainda, entrevistar moradores locais pode trazer muitas informações importantes sobre o bairro. Se a residência estiver situada em um condomínio, se possível, converse também com o síndico e o zelador. Durante a conversa, você poderá ter noção se o condomínio é organizado ou se possui problemas.

Além disso, visite a residência em horários e dias diferentes, como sábado, por exemplo. Pois, dessa forma, você conhecerá a rotina real do bairro e da região. Caminhe pelos arredores e identifique se há no local padarias, lanchonetes, lojas etc. Tudo isso valoriza o imóvel.

Fique de olho na papelada

imóvel usadoÉ muito importante conferir se a papelada do imóvel usado está devidamente registrada nos cartórios. Pois, se não estiver, saiba que colocar a papelada em dia pode ficar caro, desqualificando a compra. Tenha a plena certeza de que plantas, licenças e taxas estão em dia antes de assinar a aquisição e fechar negócio. Se mesmo com esses problemas documentais você optar pela compra, solicite um desconto que cubra todos os gastos.

Procure um profissional antes de fechar negócio

imóvel usadoCaso esteja fechando o negócio diretamente com o proprietário, recomendamos a contratação de um advogado para a elaboração do contrato.

No entanto, saiba que imobiliárias e corretores dispõe de modelos de contratos já prontos, agilizando o fechamento do negócio. Através de uma imobiliária não há a necessidade de contratar um advogado para reduzir possíveis riscos na negociação.

Tendo uma imobiliária de confiança intermediando o negócio, esta oferece o suporte jurídico para a elaboração do contrato e auxilio com a documentação necessária e papelada. Dessa forma você garante ainda mais segurança para fechar um bom negócio, reduzindo riscos de realizar um negócio ruim.

Despesas com taxas e escritura

imóvel usadoAlém do valor da compra do imóvel, lembre-se dos gastos com despesas de escritura que precisam constar em seu planejamento. Estas despesas variam de estado para estado e há também o  ITBI (imposto sobre transmissão de bens imóveis). A alíquota média do ITBI no país é de 2% do valor do imóvel. E em São Paulo ela consiste em 3% do valor do imóvel.

 

Financiamento

imóvel usadoConseguir financiamento para adquirir um imóvel novo é mais simples do que financiamento para um imóvel usado.  E, no caso de imóvel novo, é ainda mais fácil quando se trata de imóvel na planta ou um lançamento. Neste caso, a própria construtora possui parcerias com bancos que levantam sua ficha para buscar fechar negócio.
No entanto, para financiar um imóvel usado o processo é diferente. É preciso possuir o valor à vista da diferença entre o preço ajustado com o proprietário e o valor do financiamento. E isso ocorre, pois, para assinar o contrato de compra e venda, a parte do vendedor precisará estar quitada.

Assim, se você deseja adquirir um imóvel de R$ 200 mil e só obteve R$ 120 mil de financiamento, deverá desembolsar os R$ 80 mil restantes para fechar o negócio.

No entanto, considere que o valor de um imóvel já usado tende a ser menor do que um imóvel novo. E, neste caso, vale a pena abrir mão de algum bem ou poupança para realizar a compra.

Conclusão: imóvel usado é um bom negócio?

O primeiro passo para se fazer um bom negócio é avaliar a situação financeira do comprador, independentemente da situação do país. Caso o comprador não disponha de uma parte do dinheiro ou precise pagar parcelas muito altas para adquirir um imóvel novo, a solução pode ser o imóvel usado. Além de o ter o preço menor em relação aos novos, este já possui um histórico de uso e está prontinho para morar.

O que achou deste texto? Conseguiu tirar as suas dúvidas? Se ainda tiver questionamentos sobre comprar um imóvel usado ou novo, não hesite em contatar-nos! Nós da Mocambo Imóveis teremos o maior prazer em solucionar suas dúvidas!

Confira este texto que também preparamos para você: Imóvel novo ou usado? Qual a melhor opção?

1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *